Sidecut: um corte diferente ou apenas moda? *


Para quem usa, é um corte de atitude; para alguns profissionais, uma moda criada por pessoas doentes

Undercut ou sidecut hair. Estas são as palavras que estão fazendo, literalmente, a cabeça dos jovens mais modernos. O nome refere-se ao corte de cabelo em que a pessoa raspa total ou parcialmente a lateral do próprio cabelo, deixando o restante intacto. Tal corte também pode ser feito por baixo do cabelo, na nuca.

Usados na maioria das vezes por garotas, o undercut e o sidecut hair ficaram conhecidos no Brasil depois que a modelo anglo-brasileira Alice Dellal e a atriz Guilhermina Guile aderiram ao corte. Os mesmos também foram utilizados por cantoras famosas, como Rihanna, Pink, Kelly Osbourne e até mesmo a filha de Madonna, Lourdes Maria.


A expressão undercut vem do inglês under e cut e quer dizer minar. Quando escritas separadamente, o significado muda e passa a ser em corte, enquanto que, o sidecut quer dizer costilhar, e que escrito separadamente significa corte lateral. Criado nos anos 70, o sidecut foi extremamente usado pelos punks da época, tornando-se popular com o cantor David Bowie e comumente confundido com o famoso moicano. Mas o que nos Estados Unidos já era comum há muito tempo entre homens e mulheres ousados, no Brasil só virou febre agora. 

Mas não foi por causa da moda que a técnica do Instituto de Botânica de São Paulo, Karine Fernandez Rivelino, fez o corte. Segundo Karine, ela se inspirou ao ver o corte no blog da maquiadora Paola Gavazzi.

“Eu aderi ao sidecut desde o ano passado e fiz porque me deu muita vontade mesmo! Depois que eu desencanei de ter cabelo comprido baseado naquele padrão machista que a sociedade impõe, acabei por começar a me jogar nos cortes mais diferentes. Comecei a ver um undercut aqui, outro ali, até que vi o sidecut da maquiadora Paola Gavazzi e curti bastante, pois era bem diferente dos que eu já tinha visto, além de ser discreto. Aí decidi fazer. Minha cabeleireira não quis, mas eu estava pagando, não é mesmo? Enfim, estou super feliz com meu sidecut e não ligo se está na moda, pois não sofro da síndrome do underground”, afirma Karine.

Além disso, Karine acha que a pessoa que adere a esta moda é porque gosta mesmo, e quando perguntam se ela teve problemas em arrumar seu atual emprego ou de se acostumar com o corte, ela responde que não. “Tenho total liberdade para exibi-lo no meu trabalho, sendo que não foi nem um pouco difícil de acostumar. Até porque ele pode ser escondido com facilidade, não dá para enjoar! Ah, e os homens de cabelo comprido também já usavam esse corte muito antes de ter virado moda. O que me deixa feliz é ver que a brasileira está ousando mais, rompendo certos padrões”, conta a técnica.

A operadora de caixa, Cristiane Marafanti, foi mais corajosa ainda. Ela mesma cortou os cabelos no começo do ano e diz pretender ficar com o corte por mais algum tempo. “Eu mesma dividi, separei e meti a gilete, mas eu sempre tive cabelo vermelho, sendo que a parte da nuca faz anos que constantemente mudo a cor. Com o tempo, essa parte foi estragando, até ficar elástica, devido à descoloração. Passei tinta preta no cabelo, mas não resolveu muito, e aquilo me incomodava”, relata. Ela ainda afirma que o corte só trouxe benefícios ao cabelo. “Ele tirou todo o volume do meu cabelo, melhorou o aspecto.”



A estudante de História da Filosofia, Cristiane Aline Mellado, já usou o corte aos 15 anos de idade, sendo que na época ela nem sabia ao certo o que era o sidecut. “Na época a galera tinha uma visão diferente, não é como hoje, que passa este assunto em programas de massa sobre como fazer o corte”, cita Cristiane. 

DISTÚRBIO
Entretanto, apesar da fama de ser um corte de cabelo fácil de fazer e cuidar, na opinião de alguns profissionais que estudam o comportamento humano, o ato de aderir ao corte pode significar até mesmo problemas psicológicos.

A psicopedagoga Eliana Porto Lopes explica que a pessoa que faz este tipo de corte pode estar apenas querendo chamar a atenção. “Não é normal um corte desse tipo, em alguns casos pode significar até mesmo um distúrbio comportamental, depressão ou autoflagelo, por não se considerar uma pessoa comum. A moda é muito ingrata, uma coisa que está moderna hoje, pode não estar amanhã e, com certeza, a garota que fizer isso por moda, vai se arrepender mais tarde”, afirma Eliana.

Todavia, as pessoas que quiserem aderir aos cortes precisam ter muita personalidade e estilo. É o caso da blogueira, Letícia Fernandes, do blog “O que ousar”. Ela ainda não raspou os cabelos, mas está louca para fazê-lo. “Já faz algum tempo que estou de olho nesse corte de cabelo, pois acho lindo e diferente para quem tem as madeixas longas. Para me acostumar com a ideia, tenho usado a lateral presa.”

INDICAÇÃO
As pessoas que tem cabelos compridos e lisos podem comemorar. O corte radical costuma cair muito bem para quem possui as madeixas com este perfil, porque aparece mais, e assim, quando o cabelo cresce, ele não fica volumoso. O sidecut também pode ser usado por jovens que usam cabelos curtos, combinando com visuais mais femininos e maquiagens que destaquem os olhos. Lembrando que algumas pessoas costumam pintar o sidecut, cortar o cabelo em formatos de desenhos ou até mesmo fazer tatuagens no local, dependendo do estilo de cada um. Os cortes também são facilmente camuflados quando a pessoa usa a cabeleireira solta.

Alguns profissionais de salões de beleza não costumam fazer o undercut hair em sua clientela. Mas a cabeleireira Roseni Borges já foi mais atrevida. Não apenas concorda em fazer o undercut em suas clientes, como ela mesma já aderiu no passado.

“Quando eu era mais jovem, eu trabalhava em uma empresa na qual sempre tínhamos que usar toucas e boné. Depois de fazer o undercut, eu prendia os cabelos, colocando o boné por cima e, assim, meu chefe sempre achava que meus cabelos eram curtíssimos. No dia que ele me viu almoçando de cabelo solto, assustou e perguntou: mas como você vem de cabelo curto um dia e comprido no outro? Quando eu mostrei a minha nuca, ele entendeu o mistério.”

Mas, se depois de ler todo este texto você ainda não criou coragem de cortar as madeixas no estilo sidecut, saiba que ainda pode fazer um sidecut falso! A blogueira Letícia dá a dica: “É só puxar todo o cabelo para trás, de um dos lados. Depois prenda esta parte do cabelo com grampos, jogando o restante para o outro lado da cabeça”. De acordo com Letícia, o maior receio das meninas ainda nem é tanto fazer o corte, mas a reação dos namorados.

Para as pessoas mais conservadoras que não querem mudar o corte de cabelo de jeito nenhum, vai outra dica: respeite pelo menos. O mais importante de tudo, independentemente de gostar ou não do sidecut é a educação que todos queremos receber uns dos outros. Pense nisso antes de olhar torto!

16 comentários:

  1. Eu já tive vontade de contar assim.

    Mas faltou coragem kkkk
    rsrsrsr

    Mas é um corte bem alternativo...

    parabéns pelo blog.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida! Mas porque não corta? Deixa disso menina.. é um corte super prático, até eu me seguro pra não fazer rsrs

      Beijão!

      Excluir
  2. Olá tudo de bom ...
    Obrigada por seguir o meu blog .
    Também estou a seguir o seu , como poderá ver .
    Eu recomendei no +1
    Parabéns o seu blog está magnifico .


    Ernesto
    ernestocastanha.blogspot.com
    ernestocastanha.blgs.sapo.pt

    ResponderExcluir
  3. Bom TODAS as pessoas negras ficam com receio de fazer o sidecut ...
    eu uso e comprovo fica lindo como fica em todas não pode fazer porque todo mundo está fazendo tem que ser seu estilo e as pessoas olham muito então tem que estar psicológicamente preparada para isso minhas madeixas são até as costas e cortei porque vi a Rihanna usando e achei super lindo e nenhuma garota no meu colégio usava bom estou com ele a 1 mês e estou super feliz com esse corte alem de ser prático :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. também notei q pessoas negras tem receio em fazer, sempre se acha fotos de pessoas com cabelos lisos e textos dizendo q ficam melhor nesse tipo, porém fiz no meu crespo e adorei.

      Excluir
    2. É isso é verdade Marcella.. pessoas que tem o cabelo cacheado ou com frizz ficam com receio mesmo, afinal de contas é estranho até pra própria pessoa no começo. Mas acho que se você tem vontade de fazer e se sente bem com aquilo, porque não? Cabelo é uma coisa que cresce e sempre volta a sua cor natural.. afinal de contas, se ficar esquisito é só resolver com uma boa chapinha rs simples assim!

      Mas o importante é estar feliz com a própria aparência! Esse negócio de se preocupar com que os outros vão achar já deu o que tinha que dar.. mas realmente, concordo que quem faz tem que estar preparada, pois críticas é a coisa mais normal do mundo! E tem que estar muito bem psicologicamente para saber lidar com elas.. Obrigada pela visita meninas! Voltem sempre viu!

      Super beijo :*

      Excluir
  4. so fico curiosa em questao de quando o sidecut crescer, de como podera ficar o cabelo... mas to louca pra aderir esse look

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha.. eu acho que fica meio esquisito kkkkk mas nada muito anormal, tipo essa foto aqui - http://cdn2.cdnme.se/cdn/9-2/1106188/images/2010/dsc_0813_116758437.jpg

      OU SEJA dá pra fazer de boa que não vai ficar nenhuma aberração certo?

      Obrigada pela visita! Beijos :*

      Excluir
  5. Adorei o último parágrafo. E quando disse q ia fazer o side minha mãe e meu namorado ficaram desconfiados e diziam q ia ficar feio, quando cheguei com o cabelo cortado adoraram, até estão me ajudando a achar um lugar pra fazer um desenho no lado do corte, pra ficar mais style, hahaah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Noooossa, fico muito feliz de ler isso Regina!! Realmente.. as pessoas precisam aprender a respeitar mais uns ao outros, mesmo que considerem isso bizarro na visão deles, não podem simplesmente faltar com a educação e ficar por isso mesmo né?

      Obrigada pela visita viu! Super beijo :*

      Excluir
  6. Oi Carol! Tenho apenas 10 anos, meu cabelo é cacheado e desde a primeira vez que vi a Sophia Abrahão usando, me apaixonei (HAHA). Meu rosto é redondo, você acha que ficaria bom um sidecut?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha flor, pela sua idade e seu tipo de cabelo, cacheado, eu não aconselho pois corre o risco de armar e ficar feio quando começar a crescer :\ Mas se você não tiver problemas com os seus pais, eles deixarem numa boa e você tiver estilo pra usar, porque não? O importante é se sentir bem, se isso vai te fazer feliz e não irá te causar problemas.. vá em frente :)

      Excluir
  7. Acho super Style quem usa e tbm admiro quem adere a esse corte.. Acho super lindo. E pretendo fazer o Undercut na nuca e com desenho.. E eh isso mesmo tem que ter #LiberdadeParaOusar kkkl.. Amei a matéria parabéns 😤 fofa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opaa aí sim.. quando fizer avisa pra mim ver a foto hein! Fiquei curiosa agora rs beijos flor

      Excluir
  8. eu adoro sidecut...é um corte de cabelo que des de os 10 anos eu sempre achei lindo e pedi permição aos meus pai para fazer, já que ainda sou de menor, pra minha surpresa minha mãe aceitou de boa...mais o meu pai não...falou que é muito radical e tals...ele não me entende muito bem em questão de estilo...eu até achei que ele já tivesse visto algo flando sobre o significado disso..mais aí fui prucurar e não tem significado nenhum...bom fazer o que né, vou ter que esperar mais um tempinho...kkk...adorei seu post parabens pelo blog...

    ResponderExcluir

Os comentários neste blog são moderados. Não serão aceitos comentários ofensivos, preconceituosos ou que induzem à violência.

© Mutações Faíscantes da Porto | Layout por A Design