Top 4: As quatro raças de cachorros mais difíceis de cuidar *

A ideia de fazer esse post surgiu depois que várias pessoas me procuraram no facebook, perguntando sobre a raça dos meus cachorros, chamada Shih Tzu. Pois bem, destas pessoas, pelo menos umas 3 não sabiam do trabalho que essa raça dá e do quanto ela é sensível, portanto não é qualquer pessoa que aguenta ter um desses. Mas ao dar uma pesquisada pela internet e com base nas minhas próprias experiências, encontrei raças parecidas que também dão muito trabalho. 

Por isso, pense muito bem antes de ter um destes cachorro, porque às vezes ele parece ser meiguinho e bonzinho, mas não em todos os sentidos rs. Confira agora, as 4 raças de cachorro mais difíceis de cuidar!


1- Shih Tzu
Assim como maltês, pug, yorkshire, spitz, lhasa apso, daschunds, chow chow, shar-peis, poodle e diversos outros cachorros de porte pequeno ou médio, os cães da raça shih tzu são difíceis de cuidar porque necessitam de escovação diária graças aos longos pelos e cuidados com a parte respiratória, por causa do focinho bastante curto, o que restringe a sua capacidade de respiração muitas vezes. 


Além disso, se o dono optar por dar banho no cachorro terá que ter um extremo cuidado na hora de enxugá-lo, já que essa raça não pode passar muito frio, visto que ficam doentes muito facilmente por ser um cão muito sensível e que ficam estressados do nada. Os meus, por exemplo, vivem dentro de casa, pois com toda certeza de que se ficarem no quintal, não vão sobreviver muito tempo. Não tem paciência e nem dinheiro para tudo isso? Então escolha outra raça, senão é capaz de acontecer isso aqui com seu cachorro.

2- Labradores
O labrador assim como o pastor alemão e o boxer, é difícil de cuidar porque é muito hiperativo! Quem já assistiu o filme Marley e Eu, pode tirar uma pequena amostra do que essa raça é capaz de fazer. Quando bem treinados, eles podem se tornar ótimas companhias para crianças e idosos, além de serem ótimos guias. Porém essa raça é predisposta a aparecimento de afecções condroarticulares (lesões nas articulações) e necessitam de cuidados especiais de prevenção e tratamento em determinado estágio de vida.


3- Red Hiller
Esse é por experiência própria! Red hillers assim como blue hillers são cães extremamente dóceis, porém muito brincalhões e agitados. Para vocês terem uma noção, os meus pulavam uma mureta de 1 metro com a maior facilidade do mundo! 


Carentes demais, eles não podem ficar sozinhos por muito tempo em casa, porque corre o risco de você voltar e eles terem destruído tudo, assim como fazem os labradores, beagles e fox paulistinhas. Quer ter um desses? Tire seus sapatos do chão, coloque as roupas no varal bem alto e deixe longe objetos de muito valor ou você corre o risco de encontrar só a carcaça depois.

4- Fila
Eu tive um fila misturado com rottweiler por 17 anos. Eita bicho forte, grande e teimoso! O fila é o tipo de cão de temperamento forte que impõe respeito por onde quer que vá, além de que ele só obedecia meu pai. É claro que como todo cachorro bem tratado, o nosso na maior parte do tempo era dócil e um excelente cachorro. Mas também era um cachorro muito desconfiado e imprevisível. Assim como os pitt bulls, akitas e husky siberianos, os filas são difíceis de adestrar e detestam ordens, portanto se tiver vontade de ter um desses, esteja consciente de sua teimosia e ao mesmo tempo, de sua enorme força.


É isso galera, mas e vocês? Conhecem uma raça mais difícil ainda de cuidar do que as que citei aqui? Conte para mim! Vou adorar saber suas experiências!

Até a próxima ;*

2 comentários:

  1. Tava louca por um yorkshire :X Eles também são muito dificeis de cuidar?
    Beijo

    www.blogdaraymara.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olha, os yorkshires que eu conheço são bem parecidos com os shih tzus e precisam de cuidados com o pelo além de serem bem sensíveis também.. pesquisando um pouco encontrei esse artigo super completo - http://tudosobrecachorros.com.br/2012/02/yorkshire-terrier.html

    Espero ter ajudado :*

    ResponderExcluir

Os comentários neste blog são moderados. Não serão aceitos comentários ofensivos, preconceituosos ou que induzem à violência.

© Mutações Faíscantes da Porto | Layout por A Design