Rotaroots - Blogagem Coletiva: Discos da minha vida *

Comecei a participar recentemente de um grupo chamado Rotaroots no facebook, sendo que todo mês, as administradoras postam dois temas diferentes, incentivando os blogs a produzirem uma blogagem coletiva, na onde aqueles que se identificarem, podem fazer um post referente a determinado tema para seus leitores.

Um dos temas neste mês de Abril é sobre os “discos da minha vida”, ou melhor, cds né, porque quando eu nasci já nem existia disco mais rs, a não ser pelas coleções da minha Vó rs. Tá curioso? Então vem ver as bandas que definitivamente marcaram a minha adolescência.


Mamonas Assassinas – acho que foi a primeira banda na minha vida que eu curti de verdade. Meus pais tinham esse cd e tocavam em toda viagem de carro que fazíamos. Como não lembrar de "mina, seus cabelo é da hora, seu corpão violão, meu docinho de coco, tá me deixando louco", ahh bons tempos.

Kid Abelha Remix (álbum) – esse cd era dos meus pais, até eu começar a escutá-lo e roubar para mim haha. Adoro a voz calma e mansa da Paula Toller, principalmente quando ela canta Na Chuva, Na Rua, Na Fazenda. Assim como Mamonas, continuo curtindo até hoje.

LS Jack V.I.B.E.: Vibrações Inteligentes Beneficiando a Existência – comecei a curtir a banda desde muito cedo, desde que escutei a música Carla pela primeira vez. Esse cd em especial eu comprei na praia. A intenção era dar de presente para a minha mãe, mas como eu gostava mais da banda do que ela, mais uma vez acabou ficando para mim. Uma confissão: todos já sabem que sou muito chorona e é lógico que choro toda vez que escuto Sem Radar.

AC DC Live – aí já foi a fase dos meus 17-18 anos. Ganhei esse cd de um amigo que também curtia muito heavy metal e afins. Todas as músicas do cd são bem agitadas e sempre que posso escuto nos dias mais parados para ver se assim animo um pouco rs.

Entrada Para Raros O Teatro Mágico – além de ter comprado o cd pelo fato de ser super barato rs, é uma das minhas bandas preferidas. Quando comecei a escutar OTM em 2008, achei muito parado e tinha vontade de dormir na maioria das músicas. Com o tempo fui descobrindo novas canções, me apaixonei e amei mais ainda quando finalmente fui ao show deles no ano passado, aqui em Araçatuba. Sério, eu chorava horrores no show de tão lindo (novidade haha). Meu namorado precisou tirar as fotos porque eu não conseguia parar de pular, dançar e chorar kkkkk. Teatro Mágico é realmente muito amor.

Legião Urbana - A Tempestade – outro cd literalmente roubado dos meus pais hahahaha. Na época que eles escutavam eu nem tinha nascido ainda, mas depois que escutei algumas músicas, fiquei muito curiosa e coloquei o cd para escutar no computador. Foi dito e feito, virei fã na hora e continuo gostando muito até hoje.

Warner 30 anos Detonautas Roque Clube – um dos cds que eu mais gostava em meados de 2006. Eu me lembro que comprei depois da morte do guitarrista Rodrigo, época em que aquele sentimento de luto por conta de sua morte ainda estava muito forte nos membros da banda e entre os fãs. Era o tipo de cd que me fazia refletir muito por meio das composições, com muitos sucessos antigos. Acho que se pudesse destacar apenas uma música da banda seria com certeza, Olhos Certos.

Malhação 2003 Nacional – ganhei esse cd de um professor de Ed. Física, na minha época de 8ª série ainda. Eu gostava de quase todas as músicas e ficava escutando no radinho de casa e cantando muito sempre que podia.

Skank – o último cd que peguei dos meus pais e se tinha uma coisa que me horrorizava nesse cd era a capa dele.. um gorila com uma mulher nua. Hoje é normal isso, mas na época, uma criança vendo isso era no mínimo medonho poxa haha. Escutava muito a banda quando era mais nova, depois passou o tempo e atualmente curto uma ou outra música. Existem muitas outras bandas de MPB que eu não tenho cds mas curto mil vezes mais do que Skank.

VERGONHA
Nos meus 13-14 anos eu era fãzona de Avril Lavigne, ao ponto de me vestir e tentar ser como ela de todas as formas. Comprei os cds Under My Skin e The Best Damn Thing. Depois disso, em 2011, acabei jogando tudo fora depois dela ter se bandeado para o lado “pink” da vida. 

NÃO SEI POR QUE RAIO A MINHA TIA ME PRESENTEOU COM O CD DO.. Daniel! Isso mesmo.. o cantor sertanejo romântico. Escutei uma vez na vida só para ter assunto com ela e não magoá-la, depois disso nunca mais. Tia desculpa aí, mas esse não deu muito certo rs.

CD’S DE INFÂNCIA
Muitos desses cds eu não tenho mais, mas não tem como negar que eles fizeram parte e MUITO da minha infância. São eles: Sandy e Junior, Chiquititas, É o Tchan, Banda Eva e os pagodinhos da vida que hoje eu odeio haha. 

Você é blogueira e quer fazer parte dos Rotaroots? Então clica aqui. Mas lembrando que não é um grupo para divulgar seu blog e sim trocar experiências.. se divulgar apenas o blog no intuito de trocar likes apenas, corre o risco de levar ban.

Espero que tenham gostado! Mas e vocês? Quais são os seus discos favoritos?

Grande beijo à todos ;*

4 comentários:

  1. ACDC estava tocando em casa ontem rs (meu filho que colocou rs)
    Mamonas tbm esta na minha lista [eles são a alegria de uma geração]. E Teatro Mágico, tbm adoro!
    Gostei da sua lista!
    beijos
    www.coresdodia.com

    ResponderExcluir
  2. Nossa adorei o post, nunca tinha visto essa blogagem coletiva... haha bjs

    http://olhardeumgaroto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Que bom que gostou Francielle :D Essas bandas foram de certo modo marcantes e fico feliz por compartilharmos o mesmo gosto musical rs. Beijão!

    ResponderExcluir
  4. Bacana né Guilherme? Também gostei muito e pretendo participar sempre! beijoo

    ResponderExcluir

Os comentários neste blog são moderados. Não serão aceitos comentários ofensivos, preconceituosos ou que induzem à violência.

© Mutações Faíscantes da Porto | Layout por A Design