5 coisas que eu aprendi sobre namoro *

Bom, como quase ninguém sabe ainda, eu terminei hoje um namoro de 3 anos e por mais péssimo que isso possa parecer, eu resolvi vir aqui compartilhar pelo menos 5 coisas que eu aprendi sobre namoro. Confesso que escrevo esse post com uma dorzinha chata no coração, mas sabendo que fiz a coisa certa, afinal, quando ambos não estão felizes, pra que continuar não é mesmo? Então depois de muito chororô e dramas à parte, vamos à esta listinha bem básica:


Namorar não significa "aprisionar"
Se tem uma coisa que sempre me incomodou muito nos meus namoros foi essa história de "você é minha e não pode ter mais amigos". Eu perdi tantas amizades que juro.. hoje não me sobrou nem amigas mulheres pra contar história. Eu que já não tinha amigos, perdi o contato com os poucos que me restavam. E uma festinha/cineminha/jantarzinho com alguns amigos, nem que sejam casados, sempre caí bem e nem sempre precisam ser saídas caras, basta ter um pouco de criatividade e fazer acontecer.

Confiança e respeito são as bases de todo relacionamento
Confiar e respeitar o parceiro significa não ficar ligando 10x por dia pra saber onde, com quem e porque ele está em determinado lugar. Nunca me ligaram 10x no mesmo dia, mas já ficaram putos comigo por não atender telefone e isso é muito chato! Ainda mais eu que sou mega distraída e nem faço por maldade. Tem dias que eu simplesmente esqueço que tenho celular, fazer o quê. Ligou e a pessoa não atendeu? Vai procurar outra coisa pra fazer oras, ninguém é obrigado a ser propriedade de ninguém. Se desconfia tanto assim, melhor terminar de uma vez.

Você não é obrigada(o)
Sabe aquele meme no facebook que quando alguém te manda fazer algo você manda a foto dele com os dizeres "me obrigue" ou aquela frase modinha mais recente em que você diz "eu não sou obrigada" para quase tudo e todos? Pois é queridos, NINGUÉM É OBRIGADO a fazer aquilo que não quer. Você não é obrigada a aturar parente chato, não é obrigada a ir naquela festa se não quiser e não é obrigada a transar se não tiver vontade! Quem quer de verdade, vai lá e faz.. se você não quer é porque tem seus motivos ou simplesmente não está afim. Se a pessoa realmente gostar de você, ela vai entender ou pelo menos respeitar a sua vontade. AHHH ELA VAI SIM.


Envolver pai e mãe no namoro é a pior m****
Acredite, quanto menos eles souberem melhor. Isso não quer dizer que você não possa contar nada para eles, mas contar toda vez que vocês brigam, falar mal do seu namorado(a) pros seus pais em um momento de raiva, falar pra sua mãe que você não usou camisinha.. É PEDIR PRA ELES ODIAREM SEU NAMORO! Tanto você como seu namorado(a) precisam ser discretos e ter jogo de cintura para aprender a lidar com os pais um do outro, o que significa não dar escândalo, brigando na frente deles também. Se ele é educado com seus pais e com os dele, é o primeiro passo para saber se vai dar certo ou não.

Flores ou desculpas nem sempre consertam um erro
Trair não se encaixa nisso, porque traição não é erro, é escolha.. e se você escolhe trair é porque nem amor tem mais pela pessoa. Mas o que quero dizer é que quando se pisa na bola uma vez, a gente perdoa. Quando pisa a segunda, a gente já fica meio assim. Da terceira em diante meu bem, esquece.. a gente pode até continuar namorando, mas NUNCA vai esquecer. Aí passam os dias, aquela mágoa vai crescendo a toda nova mancada que a pessoa dá com você. E não adianta, dificilmente alguém muda seu jeito de ser, é quase que 99,9% das vezes não muda. 


Por fim, sempre preste atenção nas coisas que seu parceiro fala mesmo que seja na brincadeira. Ele pode estar falando sério, mas não tem coragem de sentar e falar o que sente pra você. As pessoas dão sinais quando não estão felizes e nem sempre "empurrar com a barriga" funciona, ou melhor, só deixa seu namoro mais chato e você fica mais infeliz ainda. E eu ainda gosto muito do meu ex.. pretendo ser amiga dele se ele deixar, mas por enquanto, é melhor assim.

Espero ter ajudado alguém com este post. Sinceramente eu não tinha ideia do que escrever hoje e não havia oportunidade melhor para falar de coisas que eu aprendi namorando do que justamente nesta tarde nublada em todos os sentidos. Já recebi até uma proposta pra mudar de cidade depois disso tudo haha, vamos ver né, quem sabe.

Beijos e até a próxima pessoal ;*

6 comentários:

  1. nossa, gostei bastante do teu post. Infelizmente você tá passando por essa situação, eu tb já tive que terminar namoros e é algo mto ruim, mas no meu caso o desgaste entre outros N' problemas contribuiram pra que eu 'batesse o martelo', sabe??? espero que vc melhore com o passar dos dias...
    Concordo com esse lance dos pais se envolverem de menos, pq vc fala mal pq tá com raiva, depois quando volta às boas, os pais NÃO voltam a olhar a pessoa como olhavam sempre. ficam cismados mesmo... com amigos isso ocorre tbm...

    bjs, flor...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim.. tô me sentindo melhor já flor.. até porque a gente terminou numa boa, continuamos amigos e estou até cogitando voltar com ele, mas não agora porque ainda estou muito chateada :\ Nem me fale dos pais.. meus pais nunca gostaram dele, agora muito menos.. beijos

      Excluir
  2. Oi Ca, finalmente vim visitar seu bloguinho né? Adorei o layout dele, o trabalho que tenho feito pra vc vai combinar super <3

    Bom, sobre o post, eu concordo em tudo o que você disse viu? E eu sigo as dicas já, ufa! O meu namoro já tem 3 anos e pouco e a gente já terminou e voltou mais de uma vez, e agora parece que estamos nos entendendo melhor do que antes (menos brigas).

    Adorei sua maneira de escrever, parabéns pelo texto.
    Beijos
    Apenas um Hobbie | Fan Page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Ca! Ahh fico feliz que você tenha passado por aqui e gostado do jeito que escrevo :3 Com certeza, seus desenhos são perfeitos e sei que vai ficar ótima minha ilustração.. quando juntar com o trabalho da Aléxia acho que vou ter um treco haha

      É então, eu to quase voltando com o meu também.. mas o duro são meus pais agora que não querem aceitar de jeito nenhum. Infelizmente eu tive que tomar muito na cara e por causa disso dei essas dicas.. fazer o que. Super beijo lindona!

      Excluir
  3. Carol, tenho que concordar com tudo, nossa, parece uma biografia minha kkkk
    O lance de pai e mãe, pode até ser engraçado, mas é a PIOR verdade.
    Não conhecia o seu blog, mas já estou encantada!
    Dá uma passadinha no meu quando puder: Sexo, Fraldas e Rock'n Roll
    Bjs***

    ps: Amei sua visita no meu blog querida, ganhou meu coração, pode ter certeza que sempre voltarei por aqui!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha normals né flor.. acho que todos passamos por esses perengues pelo menos uma vez na vida OU várias, vai saber rs. Pode deixar, passo sim.. beijos!

      Excluir

Os comentários neste blog são moderados. Não serão aceitos comentários ofensivos, preconceituosos ou que induzem à violência.

© Mutações Faíscantes da Porto | Layout por A Design