Top 5: Época Escolar *

Uma coisa é fato: nós passamos grande parte de nossas vidas na escola e a grande parte de nossas lembranças, mudanças e fatos marcantes aconteceram nesta época. Por isso, o grupo Blogueiras S/A decidiu promover uma blogagem coletiva em que as blogueiras contassem sobre os acontecimentos ou coisas que vivenciaram nesta fase. Eu optei por separar as minhas lembranças em tópicos e assuntos, pois acho que desta forma fica mais fácil a leitura. Espero que curtam!


Bullying
A minha infância toda foi marcada pelo bullying. Zoações, apelidos, pessoas que implicavam comigo sem motivo e até agressões físicas e psicológicas. As agressões físicas só pararam na 5ª série, quando resolvi me abrir com a diretora, no primeiro dia de aula. Porém, a última vez que eu apanhei de verdade foi no 2º colegial.. de uma menina que hoje se dá super bem comigo.

Paixões
Todo ano eu tinha uma paixão nova ou uma antiga que eu gostava há anos. Começou no pré (sim, no prézinho eu já achava um certo menino muito bonitinho), com um garoto do qual eu fui apaixonada até a segunda série. Eu frequentava a casa dele (os tios e os pais dele eram amigos dos meus pais) e ele sempre me esnobava.

 Escolhi essa foto pra não ficar muito evidente quem é.. kkkk vai saber né.. 

Ficamos 7 anos sem nos ver e neste período eu me apaixonei diversas vezes, tive um namorinho bem doido com um menino ruivo até a 4ª série, um namoro rápido de 1 mês aos 12 anos e aos 13 eu reencontrei com esse menino lindo aê da foto sabe e claro, levei um fora de novo haha. Depois disso gostei de um menino 3 anos mais novo e do 1º colegial (ele era alto pelo menos tá? haha) e um menino da minha sala que era lindo de morrer kkkk.

Amigos
Eu tive tanto amigo falso que rapaaaaiz, daria um livro. Tive até amiga que ficou com o cara que eu gostava. Mas os amigos loucos, determinados e incríveis eram melhores com certeza! Já tive amiga piriguete, amiga que sambava igual a Globeleza, amiga louca que cantava no karaokê a tarde toda, amiga fashion, amiga gordinha e nerd, amiga que escrevia cartinha de amor, amiga metaleira que adorava uma cruz invertida e frequentar cemitérios, amiga carente obsessiva e por último, amiga cristã que adorava usar umas roupas mais largas e confortáveis. De todas essas que citei, só mantenho contato com a última, apesar de ter quase todas no facebook atualmente.

Matemáterror
Até a 5ª série eu conseguia entender e fazer os exercícios, depois disso, a matemática junto com a física e a química, se tornaram o meu maior pesadelo da época escolar. Pior do que um bicho de 7 cabeças, eu colecionava zeros, lágrimas derramadas nas provas e muita paciência para ir aos reforços, fosse na escola ou particulares. Resultado de tanto drama: não entendo nada de matemática até hoje e nem quero entender, Deus me livre kkkkk.


Doenças
Com toda certeza isso foi o que mais me marcou na infância e principalmente na escola. Como muitos já devem ter lido minha bio aqui, eu vivia doente.. tendo que fazer tratamentos na cidade de Botucatu durante a semana, perdendo muitas aulas e tomando muitos remédios. Devia ser estranho mesmo ver sua colega de sala tendo convulsões durante o intervalo e talvez por isso, um dos motivos do bullying que eu tinha que suportar era esse. Ainda bem que tudo acabou e hoje em dia, já não tenho mais problema nenhum além de uma gripe ou doenças normais de todo ser humano.

Hoje eu não vou falar dos meus professores (que afinal, me marcaram muito também), pois estou preparando um post todo especial para quarta-feira (Dia Nacional do Professor), homenageando os grandes mestres que passaram pela minha vida e que inclusive, tenho alguns no facebook até hoje rs.

Menções honrosas: não há como esquecer as festas contrys, muito valorizadas principalmente aqui no interior; as festas de aniversário e comemorações especiais; os meninos que gostavam de mim e eu fugia (aquela história.. o cara que gosta, a gente despreza e o que não gosta, a gente quer kkkkk); as tias legais que conheci (professoras, faxineiras e da cantina); as excursões super bacanas com a turma e dos cantinhos da biblioteca que eu me enfiava.

TRAUMA DE INFÂNCIA: A diretora correndo atrás de mim no pátio querendo me pegar KKKKKK sim, dona Lídia.. eu não me esqueci! haha.

Nessa época eu também era muito isolada (oi timidez extrema), meu pai não me deixava ir em festinhas fora da escola e eu sofria muito com as lembranças das coisas que algumas crianças sem noção me diziam. Apesar disso, hoje estou tranquila com esse assunto, mas se eu pudesse voltar atrás, talvez teria agido diferente em muitas situações.

Blogs participantes:
Mädchen Rosenrot
Lilith Style and Beauty
Cryptoqueen
Primordial Breath
Tribo Alternativa
Femme Toilet

O Meu (não!) Incrível Mundo

É isso galera, espero que tenham gostado e me digam vocês, o que marcou mais a sua infância no período escolar? Comentem!

Super beijo ;*

6 comentários:

  1. KKK verdade até a 5ª série eu era fera em matemática mas depoois kkkkk
    Beijos
    www.blogprincesasviciadasemmoda.tk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Matemática é um saco eterno cara.. não sei como tem gente que adora isso! kkkk beijos

      Excluir
  2. Nossa, eu tenho péssima memórias. A minha época escola foi marcada por bullying, preconceito, transtornos mentais gravíssimo, amigos perdidos, um desastre total, rs. Minha vida só "começou" de verdade depois dos 20, fazer o que... Adorei a ideia da postagem!
    Beijos

    http://www.gotinhasdeesperanca.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A minha também não foi das melhores, mas tentei lembrar das coisas de uma forma divertida pra fazer este post.. só esqueci de falar das brincadeiras de rua, esses tipos de coisas.. mas que bom que a gente cresce também né Michele? Pelo menos essas coisas ruins ficam pra trás.. beijos!

      Excluir
  3. Eu também era o tipo de pessoa que se misturava com todo mundo, só quando fiquei mais velha, que eu fiquei chata e só andava com pessoas que eu julgava serem legais. Mas até a quarta série mais ou menos, eu era amiga da sala inteira, cada horário tava com um grupo, tinha o grupo da merenda, o grupo do recreio, o de estudar shuahusahsua ai cresci e as pessoas pareceram menos interessantes de se ter amizade.
    Eu acho que o ensino fundamental é a fase que divide quem é exatas e quem é humanas hsuahsuahusa você acha que manja de matemática até chegar na quinta série e então você percebe que não nasceu pra aquele mundo. Eu era muito ruim, mas muito ruim mesmo em matemática, chegou uma época que eu desisti de aprender e entrava na sala só pra fazer nada mesmo. Eu só não tirava nota vermelha, porque eu copiava dos meus amigos os trabalhos e também colava toda a prova, mas mesmo assim a note tava ali entre 5 e 7, raramente acima disso.

    http://seisvidasemeia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Gabi, eu nunca fui amiga da sala inteira, pelo contrário, eu era amiga de pouquíssimas pessoas.. mas também tentava me dar bem com todos, principalmente depois da 5ª série. Com 13 anos eu já queria ser jornalista, então concordo com tudo o que você disse mesmo! Eu também ia pra sala mesmo sabendo que não iria fazer nada.. e eu tirava nota vermelha porque sempre fui pasgué demais e não conseguia colar kk. Mas enfim, infelizmente (ou felizmente né..) a gente cresce e essa fase toda passa para vir uma pior ou melhor né, depende do ponto de vista rs. Beijos!

      Excluir

Os comentários neste blog são moderados. Não serão aceitos comentários ofensivos, preconceituosos ou que induzem à violência.

© Mutações Faíscantes da Porto | Layout por A Design